Apneia do sono: segurança rodoviária

Apneia do sono: A doença que levou Lucinda a adormecer três vezes ao volante

Lucinda Mesquita, 65 anos, sofre de síndrome de apneia obstrutiva do sono (SAOS), uma condição caracterizada por paragens respiratórias. Estas paragens repetiam-se várias vezes ao longo da noite e que originam diminuição dos níveis de oxigénio no sangue.

Este sintoma representa um dos principais fatores de risco para acidentes de viação. Estima-se que a sonolência diurna seja responsável por 10 a 30% de todos os acidentes de viação. Além disso, são também a principal causa de acidentes fatais. Doentes como Lucinda, mas que não estejam diagnosticados e tratados, têm três vezes mais probabilidade de ter um acidente de viação.

Para continuar a ler o artigo clique aqui