Centro Hospitalar de Leiria oferece Programa de Reabilitação Respiratória

O Centro Hospitalar de Leiria (CHL) disponibiliza o Programa de Reabilitação Respiratória (PRR) que visa controlar a doença e melhorar a sintomatologia dos utentes com doenças respiratórias crónicas, anunciou hoje a unidade de saúde.

A nova valência do CHL tem uma equipa multidisciplinar, que junta pneumologistas, fisiatras, fisioterapeutas e técnicos de cardiopneumologia, com a consultoria de psiquiatras, nutricionistas e assistentes sociais, refere uma nota de imprensa.

Além de controlar melhor a doença, a reabilitação respiratória pretende melhorar a tolerância ao exercício e a qualidade de vida dos doentes com doenças respiratórias crónicas.

Segundo o comunicado do CHL, este programa baseia-se na evidência, destinada a pessoas com doenças respiratórias crónicas, sintomáticas e com limitação nas atividades de vida diária.

Com este programa, os doentes são integrados num tratamento individualizado, que inclui “exercícios de reeducação do ato respiratório, fortalecimento muscular e recondicionamento aeróbio, com o objetivo de reduzir os sintomas, promover o estado funcional, aumentar a participação e a independência dos utentes, e promover a atividade física durante e após o Programa”, explicou a médica do Serviço de Medicina Física e de Reabilitação, Filipa Januário, citada na nota de imprensa.

Uma das doenças muito prevalentes de foro respiratório é a Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC). “A mais-valia de um Programa de Reabilitação Respiratória na DPOC inclui a melhoria sobre a capacidade de esforço, da dispneia, da fadiga, da qualidade de vida e a redução da ansiedade e da depressão”, disse ainda a pneumologista Sónia Silva, citada na mesma nota.

A especialista acrescentou que este programa “também mostra benefícios no número e na gravidade de exacerbações da doença e na consequente utilização dos serviços de saúde, e no prognóstico da doença, internamentos e mortalidade”.

O Programa de Reabilitação Respiratória destina-se aos utentes com doença respiratória crónica, que estejam diagnosticados em determinado estádio de evolução da doença, com uma terapêutica farmacológica otimizada, exacerbações ou crises e recurso a assistência hospitalar frequente.

O novo Programa de Reabilitação Respiratória, que funciona no Serviço de Medicina Física e Reabilitação no Hospital de Santo André, em Leiria, inclui uma avaliação do doente candidato a este programa na consulta de Pneumologia Geral.

O PRR integra sessões de treino, com exercícios de controlo ventilatório, aeróbio, fortalecimento muscular, alongamento muscular e relaxamento. Abrange também sessões educativas relacionadas com a DPOC, a cessação tabágica, a medicação e as estratégias de controlo de dispneia.

Para o presidente do Conselho de Administração do CHL, Helder Roque, “este programa surge do empenho desta equipa de profissionais de várias áreas que, focando-se exclusivamente no doente com patologia respiratória crónica e na sua qualidade de vida, coloca agora à disposição do utente um projeto integrado que fará grande diferença na sua vida”.

Para aceder à noticia, clique aqui!