Cancro do pulmão - exames

Metade da população sabe pouco sobre tratamentos para cancro do pulmão

No dia Internacional da Luta Contra o Cancro foi divulgado o estudo “A perceção dos portugueses sobre cancro do pulmão”. O principal objetivo deste projeto foi aferir perceções, comportamentos e atitudes da população portuguesa em diferentes áreas relativas a este tumor.

O inquérito conclui que “quanto menor o grau de instrução dos inquiridos, maior o seu desconhecimento sobre as opções terapêuticas”. Como resultado, 12% dos inquiridos com graus de instrução mais elevados referiu a Imunoterapia”. Já 68,5% apontaram a quimioterapia, 44,8% a radioterapia e 18,2% a cirurgia.

Além disso, 43% dos inquiridos considera o cancro do pulmão mais grave do que a generalidade dos outros tumores.

Este é um novo projeto que reúne várias entidades, entre as quais, a Liga Portuguesa Contra o Cancro, a Pulmonale, o Grupo de Estudos para o Cancro do Pulmão, a Sociedade Portuguesa de Pneumologia e a AstraZeneca.

Para saber mais sobre este estudo clique aqui.