Artigos

Respira e Linde Saúde assinam protocolo de cooperação para a promoção da Reabilitação Respiratória

A Respira – Associação Portuguesa de Pessoas com DPOC e outras Doenças Respiratórias Crónicas e a Linde Saúde acabam de assinar um protocolo de cooperação.

Este protocolo pretende promover o acesso da Reabilitação Respiratória domiciliária às pessoas com Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC) e outras doenças respiratórias crónicas.

Em Portugal, estima-se que 14,2% da população com mais de 40 anos (cerca de 800.00) viva com DPOC, muitos sem diagnóstico confirmado. Segundo Normas de Orientação Clínica (NOC) da DGS, todos os casos sintomáticos, bem como outros casos de doença respiratória crónica estabilizada, deveriam fazer reabilitação respiratória. Este é um tratamento ao qual apenas 0,5% a 2% têm acesso, em Portugal.

No sentido de combater estes números e promover o acesso dos seus associados a este tratamento, a Respira assinou um protocolo de cooperação com a Linde Saúde. Referindo que a Linde Saúde está também a implementar o serviço de Reabilitação Respiratória Domiciliária.

Apneia do sono: segurança rodoviária

Apneia do sono: A doença que levou Lucinda a adormecer três vezes ao volante

Lucinda Mesquita, 65 anos, sofre de síndrome de apneia obstrutiva do sono (SAOS), uma condição caracterizada por paragens respiratórias. Estas paragens repetiam-se várias vezes ao longo da noite e que originam diminuição dos níveis de oxigénio no sangue.

Este sintoma representa um dos principais fatores de risco para acidentes de viação. Estima-se que a sonolência diurna seja responsável por 10 a 30% de todos os acidentes de viação. Além disso, são também a principal causa de acidentes fatais. Doentes como Lucinda, mas que não estejam diagnosticados e tratados, têm três vezes mais probabilidade de ter um acidente de viação.

Para continuar a ler o artigo clique aqui